facebook

Lentidão da reforma no CMEI de Eng. Gutierrez gera preocupação entre pais e moradores

A comunidade questiona o prazo de conclusão da reforma do CMEI Dona Candinha e a qualidade dos serviços prestados. A Prefeitura de Irati destaca que já solicitou que a empresa responsável aumente o efetivo de trabalhadores no local

29/04/2024

Lentidão da reforma no CMEI de Eng. Gutierrez gera preocupação entre pais e moradores

A reforma do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Dona Candinha, localizado no bairro Engenheiro Gutierres, em Irati, tem causado preocupação e insatisfação entre pais e moradores da região. Segundo relatos, a obra avança lentamente, com apenas um trabalhador visível no local, gerando questionamentos sobre o prazo de conclusão e a qualidade dos serviços prestados.

Joelma Fedalto é ex-presidente da Associação de Moradores do bairro e destacou que a comunidade está frustrada com a demora na conclusão da reforma. Ela expressou preocupação com o impacto negativo sobre as crianças, que foram deslocadas para outros CMEIs da região.

“Recentemente, muitas famílias vieram reclamar sobre essa obra de reforma do CMEI Dona Candinha, e na visão dos moradores, já deveria ter finalizado por se tratar de pequena reforma. Todos ficaram felizes com a reforma, mas ao mesmo tempo assustados, pois somente no final do ano é que fizeram reunião avisando que as crianças seriam transferidas para outros CMEIs enquanto a reforma estivesse sendo realizada”, conta.

De acordo com Joelma, uma das preocupações dos moradores é com o ritmo lento da obra no local e a presença de apenas um trabalhador na reforma. “Os pais observam tristes que apenas um trabalhador, um senhor de idade, está sozinho na obra há quase dois meses. Nesse tempo, se a empresa tivesse trabalhando com responsabilidade, as crianças já estariam retornando para a escola. Os pais solicitam que a empresa agilize o trabalho, para que as crianças possam retornar o quanto antes, pois todos estão sofrendo, até mesmo os outros CMEIs que estão superlotados porque tiveram que abrigar temporariamente nossas crianças”, afirma.

Um pai de aluno, que preferiu não se identificar, frisa a preocupação com o término da reforma. “Parece que a fiscal de obra já foi fiscalizar e mesmo assim não estamos notando evolução na reforma. Com o ‘andar da carruagem’, este ano nenhuma criança estudará no CMEI Dona Candinha, pois a obra vai se estender, certamente”, opinou.

Prefeitura esclarece prazos da obra

Em resposta às preocupações da comunidade do bairro engenheiro Gutierrez, a Secretária de Arquitetura, Engenharia e Urbanismo, Jessica Jéssica Custódio, informou que a empresa contratada, a F Kuchnir LTDA., foi notificada devido ao baixo efetivo de trabalhadores no local. Ela disse que a empresa se comprometeu a remanejar uma equipe com maior quantidade de funcionários para acelerar os trabalhos.

A secretária pediu paciência aos moradores e explicou também que o prazo para conclusão da obra é 16 de junho deste ano, com um valor total de R$ 296.706,26. “Importante que a comunidade tenha paciência, pois obras e reformas geram transtornos, mas vêm para melhorar o ambiente da intervenção. Solicitamos a colaboração de que qualquer adversidade encontrada, a comunidade nos procure para que possamos sanar, sendo a Prefeitura Municipal de Irati a Contratante dos Serviços, é dela a obrigação da cobrança à empresa contratada”, explica.

Jéssica esclarece que a reforma da edificação está sendo executada de acordo com as especificações e demandas estabelecidas pela Secretaria de Educação.

Alunos realocados

A Secretária de Educação, Jandira Terezinha Girardi, disse que os alunos foram temporariamente realocados para o CMEI Irmã Ana, no bairro Riozinho. Ela enfatizou que o município ofereceu outras opções de CMEIs para os pais, mas muitos optaram por aguardar a conclusão da reforma do CMEI Dona Candinha.

Segundo ela, o município tem o dever de oferecer vagas nos CMEIs, o que está sendo cumprido. Contudo, essas vagas não necessariamente precisam estar localizadas no bairro ou nas proximidades de onde os pais residem.

O que disse a empresa

A equipe do Jornal Hoje Centro Sul entrou em contato também com a empresa responsável pela reforma do CMEI Dona Candinha, a qual preferiu não conceder entrevista. No entanto, o responsável pela F Kuchnir LTDA. afirmou que tudo está conforme o planejado e que além de Irati, a empresa possui obras em todo o estado, e afirma que todas ocorrem de maneira conforme o combinado.

Texto/Fotos: Lenon Diego Gauron/Hoje Centro Sul

Comentários

Edição 1594
  • Direitos Autorais

    Textos, fotos, artes e vídeos do Jornal Hoje Centro Sul estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. É expressamente proibido a reprodução do conteúdo do jornal (eletrônico ou impresso) em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa do Jornal Hoje Centro Sul.

  • Endereço e Contato

    Rua Nossa Senhora de Fátima, no 661
    Centro, Irati, PR - CEP 84500-000

    Tel: (42) 3422-2461

  • Pauta: jornalismohojecentrosul@gmail.com

    Expediente: de segunda à sexta das 8h às 17h

JORNAL HOJE CENTRO SUL - © 2020 Todos os Direitos Reservados
Jornalista Responsável: Letícia Torres / MTB 4580